Moção contra a reorganização das escolas estaduais em São Paulo

No dia 23 de setembro de 2015, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE-SP) divulgou, via imprensa, que irá fazer uma grande reestruturação das escolas de educação básica da rede. No entanto, não foi apresentado à população nenhum projeto que se propusesse a informar os detalhes do projeto, do mesmo modo como não foi realizada nenhuma consulta pública sobre a nova proposta. Diante desse cenário, eclodiram manifestações em diversas localidades, onde a comunidade escolar (alunos, professores, coordenadores, familiares) se reuniu para se manifestar contra a reestruturação imposta pelo governador Geraldo Alckmin. O último deles ocorreu no dia 15 de outubro, com concentração no Largo da Batata às 8h. Apesar de não ter havido prisão de nenhum manifestante, houve confronto com a polícia – o que ocorrera também nas manifestações ocorridas durante a greve de professores no primeiro semestre de 2015, marcadas pela violência e repressão policial.

Tendo em vista a arbitrariedade com que foi imposto o projeto de reestruturação e a falta de disponibilidade do governo para dialogar com a população, estudantes, professores e pesquisadores da Faculdade de Educação da UNICAMP mobilizam-se e criaram uma moção na internet contra a reorganização das escolas estaduais de São Paulo afim de que a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo exponha o projeto que orienta a reestruturação das escolas estaduais, com os dados que fundamentam a argumentação apresentada pelo governo.

Para ler o texto e assinar a petição, acesse o link: http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR85937 

 

 

Carregando...